3 de mar de 2015

Fazendo as malas


Fazer as malas é sempre algo trabalhoso. E a gente sempre esquece algo importante. A emoção é grande e já vi gente esquecer passaporte ou entradas de parque.
Fizemos um check-list, de forma a facilitar a vida.

Seguem algumas dicas:
- imprima as listas;
- exclua o que não se aplica a você ou itens que você não vai levar do Brasil e vai comprar por lá. De qualquer forma, você já fica com uma lista de compras para facilitar e uma lista de conferência;
- separe tudo antes de colocar na mala e bata com a lista;
- daí sim, coloque na mala.

Faça aqui o download da lista em .pdf.

Bagagem de mão

Todos os objetos cortantes (tesouras, canivetes, alicates...) devem ser despachados e não podem ir na mala de mão. Da mesma forma, isqueiros, sprays e todos os líquidos devem ser despachados. No caso de medicamentos líquidos, podem ir na mala de mão somente o que não exceder 120 ml.

Recomendamos que só leve na mala de mão os medicamentos que farão uso durante o vôo. Todos os demais devem ser despachados.

Papinhas de bebê podem ser embarcadas sem problemas, bem como medicamentos tipo insulina.

Para as maquiagens, recomendamos colocar tudo em sacos transparentes tipo Zip Loc, para facilitar a checagem.

No caso de eletrônicos, no embarque em Orlando para a volta, os aparelhos que virão na bagagem de mão devem estar carregados e funcionando (não precisam estar conectados numa rede, só que liguem).

Bagagem Despachada

Você pode levar (e trazer!) 2 malas de 32 kg e mais uma mala de mão de 5 kg, por pessoa pagante + uma bolsa ou mochila. Algumas companhia aéreas são bem chatas quanto ao peso, outras "fecham os olhos" e deixam passar malas com algum excesso, sem cobrar.
Cheque na sua companhia aérea as dimensões de mala permitida - normalmente, as malas já possuem as dimensões permitidas mas vale conferir.

Identifique bem suas malas - etiquetas e tags (mais de uma) são muito bem vindas, no caso de alguma se perder. Se suas malas são do tipo comum, coloque fitas e faixas que as distinguam das demais. Assim, fica fácil identificar na esteira ou em caso de extravio. Mala preta tem milhares.

Eu mandei fazer umas faixas personalizadas para minhas malas, de cores nada discretas - igual a essa da foto. Se alguém se interessar, comprei na IdBag (não é merchant, eu realmente comprei deles e adorei o produto).

Na volta, normalmente, temos tanta coisa pra colocar na mala que, às vezes, não cabe. Comprem aqueles sacos (Space Bag) que "encolhem" - o volume fica bem menor (o peso não, portanto cuidado!). Certifiquem-se que o peso não exceda os 32 kgs. Essa medida também ajuda a se certificar que sua mala não tenha sido violada no aeroporto - se não tiver o vácuo, foi aberta.

Você pode solicitar para a camareira um empréstimo do aspirador de pó para tirar o ar do saco.

Como medida de segurança adicional, você pode comprar filme plástico (Strech Wrap) no WalMart Supercenter ou Home Depot  e embalar a mala. Assim, você sabe de cara se sua mala foi aberta (seja pelo TSA, seja por algum gatuno nos aeroportos do Brasil...).

Se for o caso, abra essa mala no aeroporto e confira se falta alguma coisa.
Normalmente, as companhias aéreas dizem não se responsabilizarem por itens desaparecidos das malas se não for reportado antes da saída da área de desembarque.

Bom, mãos a obra e boa viagem!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...